Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Fortuna das 85 pessoas mais ricas do mundo é igual à de metade da população mais pobre

Mäyjo, 03.10.14

Fortuna das 85 pessoas mais ricas do mundo é igual à de metade da população mais pobre

As 85 pessoas mais ricas do mundo detêm uma fortuna equivalente aos recursos da metade mais pobre da população mundial, que ascende a 3,5 mil milhões de pessoas. A conclusão é indicada pela organização não-governamental Oxfam, num relatório intitulado “Working for The Few” (“Trabalhar para uns tantos”, em tradução livre”), apresentado esta segunda-feira no Fórum Económico Mundial, a decorrer em Davos, na Suíça.

De acordo com a organização, quase metade da riqueza mundial pertence a apenas 1% da população, o que corresponde a €81,2 biliões (R$257,5 biliões). Tal valor é 65 vezes superior ao total de recursos de que dispõe a metade mais pobre, o que leva a Oxfam a recear que esta concentração de recursos ameace a estabilidade política e conduza a tensões sociais, refere o Guardian.

 

“É impressionante que no século XXI, metade da população do mundo – isto é, 3,5 mil milhões de pessoas – não tenha mais do que uma pequena elite que contabilizada poderia caber facilmente num autocarro de dois andares”, afirmou a directora executiva da Oxfam, Winnie Byanyima, ao jornal britânico. A organização ressalva ainda que “a batalha contra a pobreza não pode ser vencida sem acabar com a desigualdade na distribuição da riqueza”.

 

A Oxfam revela ainda que sete em cada dez pessoas vivem em países onde a desigualdade económica aumentou nas últimas três décadas e que o peso dos rendimentos do 1% mais rico da população nos rendimentos totais dos seus Estados cresceu pelo menos em cerca de 24 dos 26 países para os quais a organização possui dados. A tendência crescente de concentração da riqueza é evidente, “mesmo em países considerados mais igualitários, como a Suécia e a Noruega”.

 

Em Portugal, à semelhança dos Estados Unidos e da China, o peso dos rendimentos dos mais ricos no rendimento total do país mais que duplicou desde 1980 e a situação tem vindo a agravar-se, refere o relatório.

 

Foto: Tax Credits / Creative Commons